24.4.12

Panna cotta com sementes de amburana

Imaginei esta panna cotta, após a participação numa degustação de chocolate aqui em São Paulo. Um dos meus bombons preferidos tinha recheio de pudim de amburana. Mas em 2009, já a Cláudia me tinha deixado a sonhar com a bonita e misteriosa semente de sabor baunilhado.
Acabei por encontrá-la numa manhã de compras no mercado da Lapa, com a Adriana, a Carmen e o André, que prosseguiu pelas lojas da rua 12 de outubro e culminou em almoço nesse bairro.
Para concluir o post regresso ao Sabor Saudade em busca do link e descubro que as nossas sementes têm a mesma proveniência. Para além de food bloggers o que têm em comum uma carioca a viver na Noruega e uma lisboeta a viver no Brasil? O rei dos temperos! 

Ingredientes para 4 [tamanho médio]
200 g de natas frescas
300 g de leite meio gordo ou gordo
3 folhas de gelatina
10 sementes de amburana
60  de açúcar

Preparação
Leve uma caçarola a lume brando com o leite, as natas, as sementes e o açúcar. Quando levantar fervura retire do lume.Entretanto demolhe a gelatina em água fria, retire as sementes e misture a gelatina no leite quente mexendo bem para dissolver.Divida a mistura em formas ligeiramente untadas com manteiga [usei formas de silicone, não untei]. Deixe arrefecer e leve ao frigorífico 6 a 8 horas.
Para o molho de chocolate: derreta chocolate em banho maria com água ou leite ou use um topping de compra.Desenforme e regue com o molho de chocolate.

23 comentários:

  1. A Claudia deixou-te a sonhar e tu deixas-me a sonhar a mim.... sementes de amburana...nunca ouvi falar
    Gostei do vosso passeio e da tua descoberta (um sonho tornado realidade)
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Apetece roubar um do ecrã :)
    Foi a Claudia que me deu a conhecer as amburanas e gostei muito do sabor, já as usei para aromatizar pudim flan, e doce de leite, agora tenho que experimentar também na panna cotta, restam-me umas 5 sementinhas, por isso têm que ser muito bem usadas :)

    ResponderEliminar
  3. Estou maravilhada com essas sementes...

    ResponderEliminar
  4. Helena não conheço estas sementes de amburana, será uma boa desculpa para ir ao Brasil? :):)
    Gostei, e a foto linda!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Nunca tinha ouvido falar de tal semente mas fiquei curiosa...Essa panacotta está linda!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  6. Nunca ouvi falar dessa semente? Só existe aí no Brasil? Será que arranjamos por cá por Portugal?
    Helena, quando é que vou conseguir ter fotografias tão lindas como as tuas? :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Estou encantada com a fotografia e com essas sementes.
    Desconhecidas para mim, e que me semearam a curiosidade :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Aproveito também para te dizer que publiquei a tua receita de crema catalana (que eu adaptei ao método tradicional).
    Já a tinha feito outras vezes e adoramos cá em casa. Obrigado Helena.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Olá Helena,
    Não conheço essas sementes...e é mesmo isto que torna este mundo culinário mais interessante, a partilha e a descoberta de coisas novas :)
    Lindas as tuas panna cottas! Gostei muito da foto, das cores e do brilho...
    Um beijinho

    http://inventurasnacozinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Também nunca ouvi falar das sementes. Mas o aspecto dessa sobremesa está lindo como sempre.

    ResponderEliminar
  11. OI Querida.
    Adorei seu blog, além de tudo muito apetitoso as fotos são lindas!
    já estou te seguindo e vou coloca seu blog na minha blogroll ok!?

    Eu tb tenho um blog! Me segue também =)

    camilagt.blogspot.com (luz, camera...fogao)

    Beijinhoss!!

    ResponderEliminar
  12. Hum... esse aspeto aguça ainda mais a curiosidade em relação a essas sementinhas!

    ResponderEliminar
  13. Panna-cota é um doce divino e com esse molho está sensacional!
    Também li a respeito da amburana no Sabor Saudade e cheguei a procurar, mas tem tempo...vou procurar novamente!
    Bj,

    ResponderEliminar
  14. Que aspecto fantástico, nunca provei amburana mas pelo aspecto da imagem parece tudo fabuloso! um beijo

    ResponderEliminar
  15. Mané
    Foi mesmo um sonho concretizado :)

    Manuela
    Lembro-me bem. Quando te conheci trazias estas sementes contigo.

    Ondina, Monica, Maria João e Ginja
    Podem ler mais sobre esta semente no link para o Sabor saudade que está neste post.

    ResponderEliminar
  16. Sofia Lopez e Catarina Sofia
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  17. As sementes eu ainda não conheço - mas a panna cotta esta mesmo dos deuses.

    Eli

    ResponderEliminar
  18. Helena, ficou linda...essa panna cotta e imagino que o sabor deve ter ficado maravilhoso.
    Essa semana fiz um bolo simples e aromatizei com amburana. Só que depois de ferver o leite com 10 sementes, peguei apenas uma e bati no liquidificador com o leite e depois passei em uma peneira fininha para tirar os resíduos. O sabor ficou mais intenso que no munffin e muito parecido com o que experimentamos naquele divino chocolate. Beijocas, Adriana

    ResponderEliminar
  19. Helena, meus pais não moram muito longe do Mercado da Lapa, mas não sei porque nunca fui lá! E queria mesmo provar o sabor destas sementes de umburana. Quem sabe em julho, se sobrar um tempinho em SP, vou lá. Não esqueci do nosso encontro não :-) Mas ando tão, tão corrida que quando vou a SP não dou conta nem da família, quanto mais dos amigos por lá e por perto. Qualquer hora dá certo. Um beijo,

    ResponderEliminar
  20. Olá Helena:)
    É disto que tanto gosto na blogoesfera, desta partilha e de conhecer novos sabores e novos ingredientes!
    Nunca tinha ouvido falar de sementes de amburana, mas fiquei cheia de curiosidade! As tuas panna cottas ficaram lindas, lindas:)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Ana Rita, Vera, Eli e Marmita
    obrigada.

    Camila
    Conheço o teu blogue, vou lá espreitar de vez em quando.

    ResponderEliminar
  22. Cristina
    Alguem deixou um comentario na pagina do Sabores no FB informando que é possivel encontrá-las em Portugal.

    Adriana
    Curiosa coincidencia! Guardei as sementes que usei, mirradas para triturar com açúcar como faço com a baunilha depois de usada, mas ainda não tinha experimentado.

    ResponderEliminar
  23. Luciana
    Não se preocupe, quando puder e vier para estes lados é só avisar, terei o maior prazer.

    Obrigada Alice!

    ResponderEliminar